4, v.1A falta de luz na escola ruralA influência do urbano sobre o rural no comportamento da demanda energética em sistemas fotovoltaicos author indexsubject indexsearch form
Home Pagealphabetic event listing  

Encontro de Energia no Meio Rural



Abstract

BACCARIN, José Giacomo and CASTILHO, Raphael de Campos. A geração de energia como opção de diversificação produtiva da agroindústria canavieira. In Procedings of the 4th Encontro de Energia no Meio Rural, 2002, Campinas (SP) [online]. 2002 [cited 21 January 2022]. Available from: <http://www.proceedings.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=MSC0000000022002000100004&lng=en&nrm=iso> .

Diante das dificuldades dos produtos tradicionais, açúcar e álcool, o setor canavieiro vem procurando se diversificar, através, por exemplo, da utilização do bagaço de cana-de-açúcar para co-geração de energia elétrica e seu fornecimento para as concessionárias de energia. Esta é uma alternativa possível para os problemas no fornecimento de energia elétrica no país e se confronta com outras, como a geração de energia pelas termoelétricas à gás ou o crescimento de oferta da hidreletricidade. O trabalho procura analisar a ação de agroindústrias sucroalcooleiras da Bacia do Rio Mogi-Guaçu (SP), quanto ao uso do bagaço da cana para a co-geração de energia elétrica. Especificamente, avalia a participação da co-geração na renda das empresas, planos de expansão da co-geração, fontes de financiamento para investimentos, dificuldades na comercialização, adaptações na lavoura canavieira e o uso do bagaço para outros fins. Pode-se constatar que, embora haja motivação de várias agroindústrias para a co-geração e o seu crescimento em algumas, perduram entraves, como na obtenção dos recursos para compra de equipamentos eficientes no aproveitamento do potencial produtivo de energia com custos competitivos. Existe também incerteza quanto ao futuro, com risco da energia do setor sucroalcooleiro não se firmar na matriz energética brasileira e se perderem os investimentos realizados. As evidências do estudo indicam que, a médio prazo, a co-geração de energia através do bagaço de cana não representará parcela importante das receitas do setor, nem terá grande significado na matriz energética brasileira.

        · abstract in english     · text in portuguese     · pdf in portuguese