5, v.2Região Metropolitana de Campinas: gestão de resíduo sólido para o desenvolvimento regional sustentávelSistema conversor mono-trifásico de alta qualidade para aplicações rurais e de geração distribuída author indexsubject indexsearch form
Home Pagealphabetic event listing  

Encontro de Energia no Meio Rural



Abstract

OLIVEIRA, Celso Eduardo Lins de, PLAZA, Saturnino de La and GARCIA, José Luis. Simulações do custo de energia para calefaçã0 em casas de vegetação para cinco cidades brasileiras. In Procedings of the 5th Encontro de Energia no Meio Rural, 2004, Campinas (SP) [online]. 2004 [cited 19 May 2024]. Available from: <http://www.proceedings.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=MSC0000000022004000200043&lng=en&nrm=iso> .

Utilizando os valores do coeficiente de perdas de calor calculado com as equações do modelo linear desenvolvido por OLIVEIRA (2003), e com os valores de 30 anos de temperatura ambiente, pode-se calcular a energia por metro quadrado que seria necessária para obter uma temperatura de consigna de 15ºC, para uma casa de vegetação de 132 m2. Foram escolhidas as cidades de Cascavel, Curitiba, Florianópolis, Porto Alegre e São Paulo. Para cada localidade utilizou-se o dia médio dos meses em que a média mínima fosse inferior a 15ºC, onde se constatou a conveniência da calefação. Observando as temperaturas mínimas médias é fácil verificar que o suporte de calor do só se justificaria para cultivos com alta necessidade energética e excelente valor comercial, como pode ser o caso do cultivo de algumas espécies ornamentais. O valor da energia estimada foi multiplicado pelos custos em euros do Kwh para óleo combustível, gás natural e diesel, sendo simulados o uso de aquecimento por aerotermos e solo radiante, combinados ou não com duas técnicas de eficiência energética: uso de uma dupla capa ou túnel sobre o cultivo.Também se deve considerar que em todas as localidades escolhidas existe risco de geada, o que pode influenciar na rentabilidade de muitos cultivos. A cidade de Florianópolis foi a que apresentou menores requerimentos térmicos e, portanto menores custos, já a cidade de Curitiba demonstrou a necessidade de um sistema de apoio por oito meses e, portanto, maiores custos. A técnica mais eficiente é o uso de solo radiante combinado com túnel plástico, sendo o combustível mais econômico o óleo combustível.

        · abstract in english     · text in portuguese     · pdf in portuguese