5O que ainda não está decidido na estrutura infantilA criança falada e a cena de quem a fala author indexsubject indexsearch form
Home Pagealphabetic event listing  

Colóquio do LEPSI IP/FE-USP
Psicanálise, infância e educação

On-line ISBN 978-85-60944-06-4

Abstract

ALMEIDA, Sandra Francesca Conte de. Inclusão escolar: do "politicamente correto" à política da ética do sujeito no campo da educação.. In: COLOQUIO DO LEPSI IP/FE-USP, 5., 2004, São Paulo. Proceedings online... Available from: <http://www.proceedings.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=MSC0000000032004000100011&lng=en&nrm=abn>. Acess on: 24 May. 2024.

O tema inclusão escolar é abordado, desde uma perspectiva psicanalítica, em suas relações com as metas do empreendimento educacional de tratar, lidar com as diferenças de modo a torná-las assimiláveis às normas-padrão do desenvolvimento infantil. Interessa interrogar se a "onda" da inclusão escolar aponta para o real da educação ou para a idealização/recalque das diferenças no contexto social e educativo. À questão "do que se trata, uma criança?", psicanalistas e educadores se confrontam com os impasses advindos das relações entre processos de subjetivação e cultura. Se nos interrogarmos a respeito "do que se trata, uma criança diferente?", estaremos nos deparando com o horror à castração, inimiga cruel do narcisismo, com a falta-a-ser que expõe o real do corpo e torna o desejo sempre insatisfeito. A inclusão escolar cumpre a função de tamponar a falta pela via do gozo barrado ou trata-se, mais, de idealizar/recalcar as diferenças de modo a torná-las simulacro da igualdade?

Keywords : inclusão escolar; psicanálise; educação.

        · abstract in english     · text in portuguese