6Transmission of psychoanalysis to educators: when the circulation of a word implies the make-saying author indexsubject indexsearch form
Home Pagealphabetic event listing  

Psicanálise, Educação e Transmissão


On-line ISBN 978-85-60944-08-8

Abstract

VORCARO, Angela. O que se transmite na clínica psicanalítica: monografias clínicas como gênero literário.. In: PSICANALISE, EDUCACAO E TRANSMISSAO, 6., 2006, São Paulo. Proceedings online... Available from: <http://www.proceedings.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=MSC0000000032006000100004&lng=en&nrm=abn>. Acess on: 15 June. 2024.

O método psicanalítico não eqüivale às balizas técnicas explicitamente formuladas sobre a técnica. Este fato inaugura a possibilidade de constituir outra modalidade metodológica, própria à clínica das psicopatologias, e há muito tempo perseguida pela psiquiatria clássica, referida ao trilhamento e à transmissão da prática através da transposição da experiência para o registro da escrita, por meio das chamadas monografias clínicas. Diferentemente dos psiquiatras clássicos, preocupados demais com a generalização classificatória que apagava as monografias produzidas, a modalidade metodológica que Freud fez vigorar preserva a manifestação singular tanto do paciente quanto do ato clínico, limitando a possibilidade de redução do método clínico à técnica que tornaria o objeto universalizável e passível de aplicabilidade. Mas podemos desdobrar a função das monografias, forçando-as a dizer melhor, esclarecidas pelo que veio depois. As monografias psiquiátricas e psicanalíticas quando tomadas como gênero literário permitem destacar a sua função imprescindível na constituição do saber psiquiátrico e do método psicanalítico. Mas cabem, sobre elas, muitas questões: Quem é o autor dessas monografias? O que se transmite do método clínico por essa via escrita? A monografia pode ser considerada um gênero literário?

        · abstract in english     · text in portuguese