6Inclusão escolar e acompanhamento terapêutico: possibilidade ou entrave?Escrita e angústia author indexsubject indexsearch form
Home Pagealphabetic event listing  

Psicanálise, Educação e Transmissão


On-line ISBN 978-85-60944-08-8

Abstract

RIBEIRO, Jeanne Marie Costa and BASTOS, Angélica. O psicanalista e a inclusão escolar de crianças autistas e psicóticas.. In: PSICANALISE, EDUCACAO E TRANSMISSAO, 6., 2006, São Paulo. Proceedings online... Available from: <http://www.proceedings.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=MSC0000000032006000100018&lng=en&nrm=abn>. Acess on: 15 June. 2024.

Este trabalho é fruto de uma pesquisa sobre a inclusão de crianças autistas e psicóticas na rede regular de ensino público do Rio de Janeiro, realizada com apoio da FAPERJ. A implantação de classes especiais para crianças de condutas típicas e a possibilidade de integração dessas crianças na escola é um fato bastante recente na história da Educação Especial em nosso país. Acreditamos que para que esta inclusão se faça, não basta garantir o direito à educação para todos, já que a criança pode transpor os muros da escola sem encontrar condições de convivência e inserção no laço social. Através do acompanhamento de casos de crianças autistas e psicóticas em tratamento no SAIIJ, do Instituto Philippe Pinel, esta pesquisa visa levantar e discutir os impasses encontrados e os efeitos produzidos a partir da inclusão escolar. Esse acompanhamento se realiza em reuniões para discussão dos casos com os membros da equipe do SAIIJ e de reuniões interinstitucionais entre os profissionais do SAIIJ e a escola (professores e equipe pedagógica), tendo a presença de um psicanalista como êxtimo, neologismo que designa uma exterioridade interna. Este lugar ocupado pelo psicanalista visa manter um vazio de saber, permitindo que nenhuma das equipes se coloque como detentora de todo o saber sobre o caso, o que tem possibilitado o aparecimento da posição subjetiva e singular de cada criança para além de seu diagnóstico e dos ideais pedagógicos e de "bom atendimento clínico" das equipes. A partir desta direção de trabalho, efeitos de surpresa têm se verificado junto às crianças, às famílias, às professoras e à equipe do SAIIJ. Pretendemos discutir esses efeitos a partir de fragmentos de dois casos acompanhados.

Keywords : inclusão; autismo; psicanálise.

        · text in portuguese