6Notas sobre um trabalho de parceria da referência no tratamento e do acompanhamento da inclusão escolar de uma criança: um pouco mais sobre o caso HeitorAnálise dos fenômenos de indisciplina na relação professor-aluno author indexsubject indexsearch form
Home Pagealphabetic event listing  

Psicanálise, Educação e Transmissão


On-line ISBN 978-85-60944-08-8

Abstract

VASQUES, Carla K. O atendimento educacional de sujeitos com psicose infantil: construindo olhares, trilhando novos percursos.. In: PSICANALISE, EDUCACAO E TRANSMISSAO, 6., 2006, São Paulo. Proceedings online... Available from: <http://www.proceedings.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=MSC0000000032006000100022&lng=en&nrm=abn>. Acess on: 15 June. 2024.

Na construção de processos inclusivos encontram-se obstáculos relativos aos supostos limites e possibilidades de escolarização de crianças e adolescentes com Psicose Infantil. Em conseqüência de sua estruturação psíquica singular, estes sujeitos apresentam comportamentos estereotipados, falas descontextualizadas, escritas e leituras presas na literalidade ou com sentido errante. Tais diferenças são, constantemente, percebidas como impedimentos para a educação escolar, justificando-se, assim, a ausência de atendimento ou o encaminhamento para espaços reeducativos, com vistas à adaptação comportamental. O presente trabalho apresenta elementos da pesquisa de doutorado intitulada: Sobre o atendimento educacional de sujeitos com Psicose Infantil: re(des)cobrindo o coelho branco sobre a neve. O objetivo é a problematização das imagens e a construção de um novo olhar sobre esses sujeitos e suas possibilidades educacionais. Para isso, optou-se por um estudo teórico com base no conhecimento acadêmico-científico (dissertações e teses) produzido nos programas de pós-graduação brasileiros, de 1981 a 2006. Dentre os aspectos privilegiados, busca-se conhecer diversas áreas envolvidas, a singularidade do debate instituído por elas e, sobretudo, o lugar conferido ao atendimento educacional. Houve um levantamento prévio, por meio do qual foram identificados 146 trabalhos acadêmicos. A partir de uma primeira leitura, pode-se dizer que a principal pergunta é pelo diagnóstico e a etiologia, modo pelo qual se formaliza a questão sobre quem são esses sujeitos e de onde derivam as múltiplas propostas terapêuticas e educacionais. Como operadores de leitura têm-se a psicanálise freudo-lacaniana, a hermenêutica filosófica e proposições da educação inclusiva. O estudo propõe-se a questionar interpretações mais estreitas, alargar perspectivas e flexibilizar os processos educacionais.

Keywords : autismo e psicose infantil; psicanálise; educação.

        · text in portuguese