6O que pode a psicanálise frente aos impasses escolares?Clínica de linguagem, psicanálise e transmissão author indexsubject indexsearch form
Home Pagealphabetic event listing  

Psicanálise, Educação e Transmissão


On-line ISBN 978-85-60944-08-8

Abstract

MOURA, Francisco. A utilização do Diário de Bordo na formação de professores.. In: PSICANALISE, EDUCACAO E TRANSMISSAO, 6., 2006, São Paulo. Proceedings online... Available from: <http://www.proceedings.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=MSC0000000032006000100034&lng=en&nrm=abn>. Acess on: 23 June. 2024.

Este trabalho descreve o Diário de Bordo (DB) sendo utilizado como ferramenta clínica indispensável na formação de professores. O DB é um conceito retirado da etnografia que utilizamos aqui no contexto da sala de aula. Esta perspectiva é muito antiga no que se refere à formação de professores. Atualmente ela ganha uma nova roupagem por causa da influência psicanalítica e sua incursão na educação. Engajado na perspectiva clínica de orientação psicanalítica pretende-se analisar as estratégias adotadas nas ciências da educação quando o sujeito assume seu próprio destino na sua formação através da produção de DB durante os seus estudos. Estamos conscientes das complexidades estruturais (Tardif e Lessar, 2005) e as subjetividades (Cifali& Giust-Desprairies, 2006) implícitas nesta profissão. Através da produção do DB redigido imediatamente após cada aula da disciplina de Psicologia da Educação constatamos que os elementos subjetivos - inconscientes - emergem e fazem o sujeito reagir e produzir sentido na sua formação ou na sua profissão. Os temas abordados foram: história da criança e da educação, psicanálise e seus conceitos aplicados no campo educativo, a afetividade e a aprendizagem etc. Partindo de uma perspectiva pesquisa-ação, solicitamos, durante um semestre escolar, que universitários redigissem um DB sobre os temas objetos das aulas, buscando associá-los com outras experiências da vida. Esses estudantes, jovens adultos, têm entre 18 e 30 anos e fizeram a escolha de se tornarem professores. A produção do DB não é obrigatória, então ele não recebe pontuação para o sucesso na disciplina de Psicologia. É uma atividade livre e espontânea em que os estudantes são convidados para produzirem livremente os impactos que os conteúdos do curso lhes causaram, as lembranças da infância ou outras experiências como estudantes do ensino médio ou de outras épocas de suas vidas. Foram produzidos 14 DBs por aluno durante o semestre e nenhum rigor metodológico foi solicitado para sua redação. Na medida em que os Diários de Bordo foram entregues , foram dados feedbacks na modalidade individual e/ou coletiva em função das necessidades e dependendo das temáticas. Finalmente, constatamos, de forma surpreendente, que esta ferramenta pedagógica tem utilidades múltiplas no campo educacional, principalmente porque ela possibilitou abordar os conteúdos propostos no curso de forma direta e a aprendizagem se tornou mais efetiva porque se vislumbra uma utilidade prática, visto que a história de cada um está diretamente implícita nos temas estudados.

Keywords : Diário de Bordo; Psicanálise; Clínica.

        · text in portuguese