8, v.2Receiving: a differential factor in prenatal careUnderstanding nursing students’ language about care author indexsubject indexsearch form
Home Pagealphabetic event listing  

Brazilian Nursing Communication Symposium
SIBRACEN


Abstract

ORLANDI, Márcia Helena Freire, MEXIA, Ana Paula Agostinho, ARRUDA, Débora Cristina et al. Comunicação verbal: percepção dos visitantes de neonatos da unidade intensiva e semi-intensiva neonatais entre a equipe médica e de enfermagem. In Proceedings of the 8. Brazilian Nursing Communication Symposium, 2002, San Pablo (SP, Brazil) [online]. 2002 [cited 04 March 2021]. Available from: <http://www.proceedings.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=MSC0000000052002000200028&lng=en&nrm=iso> .

A comunicação verbal é considerada ponto de fragilidade quando se trabalha com pacientes graves. Esta comunicação com paciente grave pediátrico recém-nascido (RN) torna-se mais delicada ainda, pois na maioria das vezes este RN é prematuro, necessitando de assistência especial, situação que gera sentimento de angústia e vários conflitos familiares. Este trabalho descritivo-exploratório busca a compreensão da percepção que familiares e visitantes de neonatos internados em unidades de terapia intensiva e semi-intensiva têm da comunicação verbal que acontece entre eles e as equipes de enfermagem e médica. Entrevistas foram realizadas nas visitas hospitalares, foram validadas para o estudo um total de 16 entrevistas. De maneira geral, tanto a equipe médica como a de enfermagem tem se preocupado e valorizam a comunicação verbal, no entanto a equipe de enfermagem está sempre mais próxima do visitante e é mais solicitada. Quanto às informações as que dizem respeito à contribuição da família no tratamento são as mais enfatizadas pelos profissionais. Há necessidade de organizar nos setores estudados o processo de comunicação verbal entre as equipes e os clientes, sempre respeitando as competências de cada uma delas e as peculiaridades/contexto de vida de cada família.

Keywords : comunicação verbal; neonatologia; assistência intensiva.

        · abstract in english     · text in portuguese     · pdf in portuguese