2Representações sociais do corpo humano entre alunos do 7º. ano do ensino fundamental em uma escola estadual de Ribeirão Preto author indexsubject indexsearch form
Home Pagealphabetic event listing  

Simpósio Internacional do Adolescente



Abstract

MONTEIRO, Maria da Conceição N., CABRAL, Mara Aparecida Alves and JODELET, Denise. A construção do ser adolescente e o cenário das violências domésticas. In Proceedings of the 1th Simpósio Internacional do Adolescente, 2005, São Paulo (SP) [online]. 2005 [cited 19 January 2022]. Available from: <http://www.proceedings.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=MSC0000000082005000200053&lng=en&nrm=iso> .

Este estudo tem como objetivo identificar o cenário em que ocorreram as violências domésticas, as representações sociais e as representações de si mesmos segundo a percepção de noventa jovens residentes em Campinas - São Paulo. Destacamos o processo de construção da identidade na adolescência, a partir de elementos que denunciam conflitos psicossociais, inquietações, provocações ou inadequações sociais vividos durante a crise normativa (ERIKSON,1976) pouco trabalhada pelas áreas de educação e saúde coletiva. Procuramos identificar a problemática, os conflitos e os cenários que envolvem o fenômeno da violência doméstica e sua relação com a representação de si mesmo, através de entrevistas com os adolescentes e seus agressores. São relatos do cotidiano familiar discutidos nos temas, atributos e categorias que contribuem para a construção do sujeito a partir da dinâmica familiar e do cenário das violências domésticas as quais se constituem parte da construção de sua identidade e subjetividade. Ressaltamos condutas de rebeldia, marginais ou violentas e os seus efeitos na auto-imagem desses adolescentes. Os procedimentos para coleta de dados foram realizados através dos registros e ocorrências de maltratos, notificados em unidades de educação e saúde - hospitais, prontos de socorro e instituições de proteção, de ensino e nos arquivos do então Centro Regional de Registro e Atenção aos Maus Tratos na Infância-Campinas. Aos casos estudados foram garantidos o sigilo e o anonimato conforme a Resolução 196/CONEP. Realizamos a análise quali-quantitativa que se destina ao exame do conteúdo, interpretado conforme os fundamentos teóricos das representações sociais e das representações de si mesmos, privilegiando os eixos temáticos, pré-determinados nos Instrumentos de Pesquisa e as categorias valorizadas ou rejeitadas nos discursos dos adolescentes maltratados na infância, as quais possibilitaram e apontaram as considerações finais deste trabalho.

Keywords : violência doméstica; lares violentos; adolescentes.

        · text in portuguese