2 author indexsubject indexsearch form
Home Pagealphabetic event listing  

Simpósio Internacional do Adolescente



Abstract

MAINARTE, Miriam Andréia Chiquetto, GODOY, Sandra Regina de and BONADIO, Isabel Cristina. Gravidez na adolescência em periódicos de enfermagem, ginecologia e obstetrícia entre 1997-2001. In Proceedings of the 1th Simpósio Internacional do Adolescente, 2005, São Paulo (SP) [online]. 2005 [cited 28 January 2022]. Available from: <http://www.proceedings.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=MSC0000000082005000200095&lng=en&nrm=iso> .

A adolescência é um período do processo evolutivo do ser humano, no qual ocorrem inúmeras modificações físicas, psicológicas, emocionais e sociais. Durante essa fase surgem novos desejos, dúvidas, curiosidades e descobertas. Dentre essas contradições vivenciadas, encontramos a descoberta do próprio corpo e do prazer sexual, muitas vezes compartilhado com o namorado, daí resultando riscos para uma gravidez indesejada. Nas últimas décadas, a gravidez na adolescência tem sido muito estudada por ser considerada um grave problema social. Percebe-se também que o índice de gestações precoces tem-se mantido elevado. Dessa maneira, este estudo apresentou como objetivo a busca pelo conhecimento científico sobre o tema, nos periódicos nacionais de enfermagem, ginecologia e obstetrícia. Utilizou-se os recursos da pesquisa bibliográfica e, como fonte de consulta foram encontrados 12 artigos publicados no período de 1997 a 2001. Os enfoques encontrados nos artigos foram: fatores e conseqüências da gravidez na adolescência, perfil social e obstétrico, relações familiares, o apoio, educação em saúde, planejamento familiar e diagnóstico/teoria de enfermagem. São destacadas as estratégias para a redução da gestação precoce como a educação sexual, o planejamento familiar, a assistência obstétrica de maneira apropriada e o apoio familiar. São discutidos também o papel dos profissionais de saúde e as ações que contribuem para a redução dos índices da gravidez na adolescência justificando ou presumindo sua ocorrência com questões multifatoriais. Concordamos que a gravidez na adolescência está diretamente relacionada a variáveis como: nível sócio-econômico, escolaridade, educação recebida, e a utilização de métodos anticoncepcionais. O desafio maior é como levar um trabalho que contribua efetivamente para a prevenção desse problema. O agravamento da situação justifica uma preocupação redobrada e uma reflexão contínua, sem dúvida, de caráter eminentemente multiprofissional, considerando-se a evidente interdisciplinariedade do problema. Dessa maneira, temos muito a fazer e descobrir o " como fazer" para que sejamos aliados e comprometidos na redução dos índices de gravidez na adolescência.

Keywords : Gravidez na adolescência; Saúde da Mulher; Assistência obstétrica.

        · text in portuguese