1A função da educação social e a intervenção sócio comunitária a partir da formação do professorOrganizações não-governamentais no Brasil: o terceiro setor numa nova era econômica, política e social author indexsubject indexsearch form
Home Pagealphabetic event listing  

I Congresso Internacional de Pedagogia Social



Abstract

RIZZINI, Irene. Reflexões sobre pesquisa histórica com base em idéias e práticas sobre a assistência à infância no Brasil na passagem do século XIX para o XX. In Proceedings of the 1. I Congresso Internacional de Pedagogia Social, 2006, São Paulo (SP) [online]. 2006 [cited 25 May 2024]. Available from: <http://www.proceedings.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=MSC0000000092006000100019&lng=en&nrm=iso> .

Neste texto, estimulada pelo convite a participar do I Congresso Internacional de Pedagogia Social, volto meu olhar ao passado para analisar as idéias e as práticas que se fizeram presentes no Brasil há cerca de cem anos como parte da proposta de salvar as crianças (save the children). Começo focalizando o papel social atribuído à infância caracterizada como pobre e abandonada (material e moralmente) e viciosa, buscando contextualizar o momento histórico marcado pelas profundas transformações por que passava o país. Em seguida, discuto a origem destas idéias e práticas, no contexto internacional e como elas foram incorporadas e adaptadas no Brasil. Argumento que, ao contrário do que muitos afirmam, o Brasil investiu e muito na criança. No entanto, este investimento não visava atenuar a profunda desigualdade social, que persiste no país até o presente. Na realidade, vetou-se aos pobres uma educação de qualidade e o pleno exercício de sua cidadania. Para eles pensou-se e praticou-se uma política de exclusão social e de educação para a submissão, mantendo-se a renda e os privilégios nas mãos de uma minoria.

Keywords : infância; adolescência; História do Brasil; cultura menorista; direitos da criança e do adolescente.

        · text in portuguese