3Pedagogia Social: possibilidade de empoderamento para o idosoInterface of the education and health through the action research author indexsubject indexsearch form
Home Pagealphabetic event listing  

III Congresso Internacional de Pedagogia Social



Abstract

ABREU, Domingos Sávio, XAVIER, Natália Pinheiro and SILVA, Roberto dos Santos da. Perfil dos profissionais do social de Fortaleza: condições e aspirações no seu trabalho.. In: III CONGRESSO INTERNACIONAL DE PEDAGOGIA SOCIAL, 3., 2010, São Paulo. Proceedings online... Associação Brasileira de Educadores Sociais (ABES), Available from: <http://www.proceedings.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=MSC0000000092010000100023&lng=en&nrm=abn>. Acess on: 12 June. 2024.

Pesquisamos o perfil, condições e aspirações trabalhistas dos educadores sociais de rua da Equipe Interinstitucional de Abordagem de Rua de Fortaleza (EI) com o intuito de entender melhor o funcionamento do atendimento direto a crianças e adolescentes categorizados como em situação de moradia nas ruas e de contribuir para o aprimoramento das condições de trabalho desses profissionais e do trabalho de suas instituições. Realizamos grupos focais e aplicamos questionários abrangendo 113 educadores, que representam suma maioria desses profissionais na capital cearense. Tabulamos e cruzamos os dados qualitativos e quantitativos para análise e reflexão posterior. Verificamos grande desproteção trabalhista como a ausência de apoio psicológico, plano de saúde, benefícios trabalhistas como insalubridade, risco de vida, jornada de trabalho por vezes extenuante, exposição a problemas de saúde, insegurança e grande insatisfação e perda de perspectiva de continuidade na profissão entre esses profissionais, mesmo existindo identificação com seu ofício. Mapeamos outras demandas para a melhoria do seu trabalho além dos itens já citados referentes ao reconhecimento legal e social, a flexibilidade por parte da entidade empregadora e liberdade de ação na sua prática profissional. Também identificamos entre os educadores do programa do Governo do Estado os mais desestimulados e entre os educadores comunitários de uma das entidades não-governamentais da EI os mais realizados profissionalmente. E identificamos a ligação entre o tipo de ingresso e trajetória passada do educador com o seu nível de persistência em seguir na profissão, esta relacionada a uma concepção mais militante. Assim os profissionais oriundos de movimentos sociais se destacam em relação àqueles que ingressaram nesse trabalho movidos por necessidade econômica.

Keywords : educadores sociais de rua; perfil pessoal e profissional; condições de trabalho; aspirações de trabalho.

        · abstract in english     · text in portuguese     · pdf in portuguese