4, v.2New public management und die konsequenzen für bildung und sozialesExperiências políticas da militância com a adolescência: responsabilidades do mundo adulto author indexsubject indexsearch form
Home Pagealphabetic event listing  

Congresso Internacional de Pedagogia Social



Abstract

ELSAS, Vanessa Porfírio de Faria. EJA: entre a reprodução e a educação popular. In Proceedings of the 4th.Congresso Internacional de Pedagogia Social Congresso Internacional de Pedagogia Social, 2012, São Paulo (SP, Brazil) [online]. 2012 [cited 18 May 2024]. Available from: <http://www.proceedings.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=MSC0000000092012000200037&lng=en&nrm=iso> .

A comunicação relaciona-se à pesquisa de mestrado "Trajetória de formação do Projeto CIEJA: o papel dos atores locais". Embora esteja em estágio inicial de desenvolvimento, a pesquisa já constata uma tensão entre políticas e visões sobre a Educação de Jovens e Adultos (EJA) na cidade de São Paulo nas duas últimas décadas. A fim de desvelar essa tensão, procurou-se abordar os sentidos da educação que permeiam a oferta da EJA no Brasil, configurando-a enquanto lugar de disputa entre diferentes ideais e projetos de sociedade. Verifica-se que a elaboração das propostas educativas para jovens, adultos e idosos - marcados pela negação reiterada da realização de seus direitos - pode atrelar-se à ideologia hegemônica de educação ou contrapô-la. A depender das concepções em que elas se amparam, deparamo-nos com sua realização enquanto instrumento de reprodução da ordenação social existente ou de intervenção e transformação sobre ela. Enquanto as orientações neoliberais apontam reduzir os processos educativos ao controle social, submetendo-as às lógicas do mercado econômico, a Educação Popular, tal como se apresentara no pensamento e prática do professor Paulo Freire, aponta para a potência dos processos educativos como lugar de participação popular e desenvolvimento do espírito democrático. Considera-se que a EJA não se restringe à escolarização, mas engloba aprendizagens constituídas em diversos âmbitos da vida familiar e societária. Verifica-se, no entanto, que dentro ou fora da escola os sentidos com que é realizada podem determinar sua proximidade ou distanciamento do atendimento dos interesses e das condições dos educandos, como postula dispositivos legais. Desse modo, entre a conquista e a concretização do direito à educação para todos abre-se um largo terreno, em que projetos e programas diversificados e instáveis são permeados de interesses e visões de mundo muitas vezes díspares daquelas a quem se destinam. É nesse sentido que a participação popular pode fomentar e nortear o desenho das propostas educativas de maneira mais adequada e contínua. É também assim que essa participação pode promover a reflexão crítica sobre as funções sociais assumidas pela escola de jovens e adultos e recuperá-la enquanto palco de diálogo, de transmissão e construção coletiva dos saberes, pautado na cultura popular e experiência dos atores sociais a quem se dirige.

Keywords : EJA; Educação Popular; Participação Popular.

        · abstract in english     · text in portuguese     · pdf in portuguese