4, v.2Centro educacional de referência Herval da Cruz Braz: uma nova escola para uma nova sociedadeDimensiones y valores de la animación sociocultural como acción o intervención socioeducativa author indexsubject indexsearch form
Home Pagealphabetic event listing  

Congresso Internacional de Pedagogia Social



Abstract

CONCEICAO, Willian Lazaretti da and ONOFRE, Elenice Maria Cammarosano. Animação sociocultural e adolescentes em privação de liberdade. In Proceedings of the 4th.Congresso Internacional de Pedagogia Social Congresso Internacional de Pedagogia Social, 2012, São Paulo (SP, Brazil) [online]. 2012 [cited 18 May 2024]. Available from: <http://www.proceedings.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=MSC0000000092012000200042&lng=en&nrm=iso> .

A presente investigação busca um aprofundamento das discussões existentes em relação ao lazer e aos adolescentes que cometeram ato infracional e cumprem medida socioeducativa de internação na Fundação CASA. Trata-se de estudo de natureza qualitativa e buscou compreender os processos educativos decorrentes da prática social do lazer, entendida como um direito de todos. Participaram deste estudo, cinco jovens que cumpriam medida socioeducativa de internação, ao longo do ano de 2011. Os dados foram coletados utilizando-se as técnicas de análise documental, observação participante, entrevistas semi-estruturadas e registros de imagens. Para a construção dos resultados, foi utilizada a análise de conteúdo, sendo possível identificar três grandes focos de análise: a) concepção de lazer; b) atividades de lazer; c) processos educativos. O foco atividades de lazer (b) foi analisado em três perspectivas: antes da privação, durante o cumprimento da medida de internação e durante o cumprimento de sanção disciplinar. O foco processos educativos foi analisado em dois eixos: os que são decorrentes das atividades de lazer em privação de liberdade e os que decorrem da institucionalização. O estudo evidencia que os adolescentes compreendem vivências de lazer como as que geram prazer e momentos de ludicidade, mesmo quando são obrigatórias, e o cumprimento de sanção disciplinar e restrição em participar de atividades, pode se constituir em possibilidade de reflexão desde que aliada ao diálogo, uma vez que este subsidia todos os processos educativos, independente do espaço em que as pessoas estejam inseridas.

Keywords : Lazer; Processos Educativos; Adolescentes em Privação de Liberdade; Fundação CASA.

        · abstract in english     · text in portuguese     · pdf in portuguese