3, v.2A autonomia burocrática das organizações financeiras internacionais: um estudo comparado entre o banco mundial e o fundo monetário internacionalPoder, interdependência e desigualdade author indexsubject indexsearch form
Home Pagealphabetic event listing  

3° Encontro Nacional ABRI 2011


Print ISBN 2236-7381

Abstract

ESTRE, Felipe Bernardo. Soberania e diferença nas Nações Unidas. In Proceedings of the 3rd ENABRI 2011 3° Encontro Nacional ABRI 2011, 2011, São Paulo (SP, Brazil) [online]. 2011 [cited 19 January 2022]. Available from: <http://www.proceedings.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=MSC0000000122011000200006&lng=en&nrm=iso> .

Este trabalho visa questionar a Soberania enquanto conceito absoluto e atemporal a partir de uma reflexão sobre intervenção humanitária, especificamente, o caso somali. A hipótese é que, mais do que simplesmente um princípio organizador, a Soberania é uma prática discursiva excludente, que intensifica as dificuldades em lidar com a diferença no âmbito internacional. Entretanto, lidar com a diferença é uma questão fundamental vis-à-vis a diversidade do mundo no qual vivemos. A dificuldade das Nações Unidas em lidar com os chamados Estados-falidos pode ser mais bem compreendida a partir dessa reflexão. Argumenta-se que há tensão entre a concepção tradicional de Soberania como princípio universal e absoluto e sua constituição eminentemente social. Entretanto, como é indelével no caso da Somália, as interações sociais podem criar formas alternativas de governança que são capazes de garantir relativa estabilidade e ordem. Tais formas alternativas de governança, porém, podem entrar em conflito com a pretensão à autoridade absoluta da organização estatal.

Keywords : soberania; Somália; Nações Unidas.

        · text in portuguese     · pdf in portuguese