3, v.2A transnacionalização sindical como instrumento de governança: contextualização histórica e alguns debates teóricos sob a luz da literatura das Relações Internacionais da década de 1970Sistema tributário brasileiro e governança global author indexsubject indexsearch form
Home Pagealphabetic event listing  

3° Encontro Nacional ABRI 2011


Print ISBN 2236-7381

Abstract

FERREIRA, Kelly. A China como hegemon em potencial e as implicações para a segurança nacional americana. In Proceedings of the 3rd ENABRI 2011 3° Encontro Nacional ABRI 2011, 2011, São Paulo (SP, Brazil) [online]. 2011 [cited 16 January 2022]. Available from: <http://www.proceedings.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=MSC0000000122011000200048&lng=en&nrm=iso> .

Em 2001 Mearsheimer desenha dois possíveis cenários para o Nordeste Asiático. E dentre eles classifica como mais perigoso aos Estados Unidos, o cenário no qual a China emerge como grande poder e hegemon em potencial e esboça brevemente as implicações que isto teria para os Estados Unidos. Uma década após a publicação deste livro, notamos que o cenário descrito por Mearsheimer, não é muito diferente da realidade. A curto prazo, a China não se tornará a próxima potência mundial, entretanto é vista por alguns como um hegemon em potencial e busca vorazmente a liderança regional. Ao contrário do que foi colocado por Mearsheimer há dez anos atrás, a China não mais está longe da corrida pela liderança regional. Como bem foi apresentado por Mearsheimer, isto trouxe conseqüências á política de segurança nacional americana. Este artigo visa mostrar um panorama sobre a China e esboçar algumas considerações sobre como a China potência regional torna-se uma ameaça aos Estados Unidos.

Keywords : China; Estados Unidos; Ascensão Pacífica; potência regional.

        · text in portuguese     · pdf in portuguese