3, v.3Brasil e México no regime internacional de mudanças climáticas: adoção de metas de redução de emissões de gases de efeito estufa para os países em desenvolvimentoPolítica externa brasileira e a Ásia: as relações Brasil-Leste Asiático de JK a Lula índice de autoresíndice de materiabúsqueda de trabajos
Home Pagelista alfabética de eventos  

3° Encontro Nacional ABRI 2011


ISBN 2236-7381 versión impresa

Resumen

TATEMOTO, Leticia Caroline Barche. Conflito internacional sobre recursos hídricos - uma análise quantitativa. In Anales del 3° ENABRI 2011 3° Encontro Nacional ABRI 2011, 2011, São Paulo (SP, Brasil) [online]. 2011 [citado 12 Julio 2024]. Disponible en: <http://www.proceedings.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=MSC0000000122011000300002&lng=es&nrm=iso> .

O trabalho apresenta uma investigação quantitativa sobre conflitos internacionais por recursos hídricos, com os resultados de uma pesquisa diagnóstica amostral explorando 71 bacias hidrográficas internacionais escolhidas aleatoriamente. Entre as bacias da amostra, para aquelas nas quais se verificou a presença de conflito ou cooperação entre os países compartilhadores de águas,  foram analisados  o papel da escassez, dos recursos de poder, do acesso a recursos da bacia a partir da localização em relação ao fluxo das águas, e do número de países envolvidos frente à existência de conflito, ao grau de conflito, e à existência de tratados de cooperação.  Os resultados da pesquisa sinalizam que as relações entre países que compartilham bacias hidrográficas transfronteiriças são preponderantemente cooperativas, que conflitos são fenômenos restritos a situações particulares, e que escassez de água, significativa heterogeneidade quanto a recursos de poder, e divisão das bacias entre um maior número de países são fatores que aumentam a probabilidade de conflito.

Palabras llave : conflito internacional; recursos hídricos transfronteiriços; cooperação.

        · texto en portugués     · pdf en portugués