3, v.3Direitos humanos no comércio internacional: o que muda com a nova geração de acordos regionais de comércio da UE?De caliban a próspero · a identidade nacional e a política externa republicana: primeiras aproximações author indexsubject indexsearch form
Home Pagealphabetic event listing  

3° Encontro Nacional ABRI 2011


Print ISBN 2236-7381

Abstract

MESQUITA, Lucas Ribeiro. Partidarização da política externa brasileira: uma proposta para a participação partidária na política externa.. In: 3° ENCONTRO NACIONAL ABRI 2011, 3., 2011, São Paulo. Proceedings online... Associação Brasileira de Relações Internacionais Instituto de Relações Internacionais - USP, Available from: <http://www.proceedings.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=MSC0000000122011000300011&lng=en&nrm=abn>. Acess on: 18 July. 2019.

O artigo procura explorar a recente discussão acerca da possível partidarização da Política Externa Brasileira Contemporânea, principalmente no período que a política externa esteve sobre o comando do governo petista de Luis Inácio Lula da Silva. Através da análise da ação e dos programas do PT e PSDB na época, a principal proposta do artigo é apresentar uma nova conceituação do termo partidarização. Acreditamos que o conceito vem sendo utilizado apenas de mecanismo ideológico e retórico, no entanto entendemos por partidarização a participação ativa dos partidos políticos na discussão e possivelmente na formulação da política externa brasileira, fenômeno que se torna recorrente na dinâmica política com o aumento da participação partidária nos assuntos da PEB.Partimos da hipótese de que com o aumento do número de atores, aliado à ascensão dos assuntos internacionais na pauta política nacional, os partidos tiveram que lidar, ou iniciar um pensamento em política externa, incorporando em seus programas pontos distintos de atuação em política externa, tema que anteriormente era marginalizado dos programas partidário. Gostaríamos de apresentar uma proposição de que a política externa sofre com a influência dos partidos políticos, em decorrência da posição que os partidos políticos possuem na estrutura governamental e no processo de formulação das políticas públicas brasileiras. Nesse sentido é importante perceber que o lócus no qual os partidos estão enquadrados, impacta na formulação da política externa. Em paralelo o artigo tem como objetivo entender a recente mudança comportamental e de participação dos partidos na PEB de modo a compreender se a relação partido/política externa é um fenômeno recente da história das relações internacionais do Brasil. Para tal analisaremos as arenas de atuação dos partidos ao longo da história diplomático-partidária, concomitante a percepção da capacidade dos partidos em influenciar o Executivo federal nas decisões e formulação da PEB.

Keywords : Política Externa Brasileira; PT; PSBD; Partidarização.

        · text in portuguese     · pdf in portuguese