3, v.3Transformações nas operações de paz e proteção humanitária no pós-guerra friaDiscurso e política externa brasileira índice de autoresíndice de materiabúsqueda de trabajos
Home Pagelista alfabética de eventos  

3° Encontro Nacional ABRI 2011


ISBN 2236-7381 versión impresa

Resumen

SALLES, Marcus Maurer de. Uma agente internacional iminternacional im"BRIC"ada: os novos caminhos e desafios da política externa brasileira no século XXI. In Anales del 3° ENABRI 2011 3° Encontro Nacional ABRI 2011, 2011, São Paulo (SP, Brasil) [online]. 2011 [citado 16 Junio 2024]. Disponible en: <http://www.proceedings.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=MSC0000000122011000300019&lng=es&nrm=iso> .

O presente ensaio sustenta que a política externa brasileira, ao longo da primeira década do século XXI, está mais do nunca, im"BRIC"ada. Para além de um simples jogo de palavras, isto significar dizer que a complexidade com que interage - ora convergindo, ora divergindo - às diversas prioridades de uma agenda internacional de um país emergente como o Brasil, fica cada vez mais patente.  Isto fica claro ao analisar três grandes prioridades da agenda internacional brasileira: a busca por uma cadeira permanente no Conselho de Segurança das Nações Unidas, a liderança de coalizões e alianças Sul-Sul e; a prioridade à integração sul-americana. Perceber que todas estas frentes de uma política externa estão im"BRIC"adas é uma clarividência que urge ao Brasil, sob pena de não reconhecer que tensões e contradições sejam naturais para todo e qualquer país que almeje algum grau de protagonismo internacional. Reconhecida a naturalidade do ônus, caberá ao Brasil decidir se quer assumi-lo ou não, com todas as conseqüências - positivas e negativas - decorrentes de tal decisão.

Palabras llave : Brasil; BRICs; Política Externa; Multilateralismo; América do Sul.

        · resumen en inglés     · texto en portugués     · pdf en portugués