3, v.3Construtivismo e política externa dos EUA: uma abordagem para Foreign Policy Analysis (FPA)De Caliban a Próspero - a identidade nacional e a política externa republicana: primeiras aproximações índice de autoresíndice de assuntospesquisa de trabalhos
Home Pagelista alfabética de eventos  

3° Encontro Nacional ABRI 2011


ISBN 2236-7381 versão impressa

Resumo

VIGGIANO, Juliana. A agenda hemisférica de defesa da democracia: o caso do Haiti em dois tempos (1991 e 2004).. In: 3° ENCONTRO NACIONAL ABRI 2011, 3., 2011, São Paulo. Anais eletrnicos... Associação Brasileira de Relações Internacionais Instituto de Relações Internacionais - USP, Disponvel em: <http://www.proceedings.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=MSC0000000122011000300062&lng=pt&nrm=abn>. Acesso em: 23 Maio. 2022.

Esse artigo tem por objetivo analisar a política diplomática de promoção da democracia dos Estados Unidos para a América Latina no pós-Guerra Fria a partir do estudo de caso do Haiti em dois momentos de crise política: o golpe de Estado em 1991 e a renúncia do Presidente Aristide em 2004.  Essa leitura busca identificar elementos explicativos para as decisões relacionadas à agenda democrática norte-americana para o hemisfério, levando em consideração o quadro de referência normativo no plano doméstico e regional. Em linhas gerais, o artigo argumenta que as características democráticas institucionais do regime democrático, marcadamente os processos eleitorais, parecem ser o principal elemento a orientar as decisões dos atores acerca da defesa da democracia.

Palavras-chave : promoção da democracia; Estados Unidos; Haiti; Organização dos Estados Americanos.

        · texto em português     · pdf em português